quarta-feira, julho 08, 2015

Ama-me

Ama-me
mas não te aproximes demasiado
deixa espaço para que o amor
se ria da sua felicidade
deixa sempre que um fogo do meu cabelo louro
seja livre.


(poetisa sueca nascida na Dinamarca faz hoje 103 anos) 

(Tradução de Amadeu Baptista)

Sem comentários: