thesoundofsilence

How many times must a man look up, Before he can see the sky? How many ears must one man have, Before he can hear people cry? The answer, my friend, is blowin' in the wind. The answer is blowin' in the wind.

terça-feira, março 03, 2015

Ronan Keating faz hoje 37 anos

Vander Lee faz hoje 49 anos

Fabiana Cantilo faz hoje 56 anos

Canção amarga

Cavalo alado, perdido
em labirintos de estrelas:
longos caminhos de espanto,
desnudos aos quatro ventos,
fome de pura volúpia,
sede de bruma e silêncio.
Entre meus dedos trançados,
floriu o hibisco vermelho;
por ele troquei a flor
amarga do limoeiro,
olor de terra molhada,
aromas castos de feno;
deixei a saia rodada
pela túnica de efebo,
cravei agudo pinhal
na raiz do meu desejo
por um amor desumano,
Sem razão, sem fim, nem sexo.


(escritora vianense nascida faz hoje 96 anos)

segunda-feira, março 02, 2015

Chris Martin faz hoje 38 anos

Jon Bon Jovi faz hoje 53 anos

Çou Reed faria hoje 73 anos

Granada em mãos infiéis

A minha amada desnudou-se e cobriu-se de vergonha.
Só a vergonha veste agora a minha amada.
A minha amada dormiu com o infiel,
Entregou-se nos seus braços e deitou-se na sua cama.
Esqueceu as juras de amor que eu lhe fizera
E deixou-se seduzir por falas mansas.

Como eu entendo que ele a tenha amado,
A ela, a mais amável de todas!

Oh, se eu pudesse tê-lo cegado antes que ele a contemplasse!
Mas não tocarei sequer um só dos seus cabelos,
Para não tornar mais infeliz ainda a minha amada.


(escritor açoriano nascido faz hoje 71 anos)

domingo, março 01, 2015

Roger Daltrey faz hoje 71 anos

Harry Belafonte faz hoje 88 anos

Bandeira Branca

Depois que a noite se aquieta sobre a terra
a cidade fica de pés molhados
andando descalça pelo mundo

e a lua e as estrelas
lá no céu
ficam embaralhadas sobre o asfalto
pondo arte e poesia no tapete do triste vagabundo.


(poeta paraense nascido faz hoje 91 anos)

sábado, fevereiro 28, 2015

Jake Bugg faz hoje 21 anos

Teresa Cristina faz hoje 47 anos

Rui Reininho faz hoje 60 anos

Translúcido

Rosas raras se alçavam puras
Eu sonho que vivi sempre exaltado.

Amo os danos do mundo, quero a chama
Do mundo, vós, paixões do mundo. E penso:
Estrangeiro não sou, pertenço à terra.

Um céu abriu as mãos sobre o meu rosto.
Barcos de prata cantam vagamente.

Pensando, desço então pelas veredas
Do mar, do mar, do mar!
Sinto-me errante.

Que faz no meu cortejo essa alegria?
O tempo é meu jardim, o tempo abriu
Cantando suas flores insepultas.
Canta, emoção antiga, meus amores,
Canta o sentido estranho do verão,

Canta de novo para mim que fui
Vago aprendiz de mágico, abstrata
sentinela do espaço constelado.
Conta que sempre sou, quem fui, menino.

A pantera do mar da cor de malva
Uivava sobre a vaga chamejante.
Eu sonho que vivi sempre exaltado.
Meu pensamento forte é quase um sonho.
Nos meus ombros, o pássaro final.

Íntimo, atroz, lirismo a que me oponho.
Quando a manhã subir até meus lábios
Suscitarei segredos novos. Ah!
Esta paixão de destruir-me à toa.


(escritor mineiro nascido faz hoje 93 anos)

sexta-feira, fevereiro 27, 2015

Josh Groban faz hoje 34 anos

Mônica Salmaso faz hoje 44 anos

Mortis causa

Mulher de gestos dia a dia mais pequenos,
fosses tu qualquer coisa, uma cadeira ao menos
houvesse para ti sempre lugar em tua casa
e não ires um dia assim convencional serena
como papel ou lixo pela escada abaixo

Mulher espremida enquanto deste vida
e resumida à pequenina luz que se liberta
do gesto estritamente necessário linha recta
para anular o espaço entre a mão e a coisa
movimentos dos dias divergentes de outros dias
E tudo vai moendo e remoendo momento a momento
triturando colhendo arrepanhando
face ficta fraca e fIXa
a fruta em frente fita, frígida fremente


(Ruy Belo faria hoje 82 anos)

quinta-feira, fevereiro 26, 2015

Paco de Lucia faleceu faz hoje 1 anos

Corinne Bailey Rae faz hoje 36 anos

Erykah Badu faz hoje 44 anos

Não Há Amor Suficiente

Não há amor
(Não, não o suficiente)
Vivemos sem auxílio,
Morremos sozinhos.

O recurso à comiseração
Ressoa no vazio,
Os nossos corpos estão estropiados
Mas a carne continua ávida.

Desaparecidas as promessas
De um corpo adolescente,
Entramos na velhice
Onde nada nos espera

Resta a memória vã
Dos dias desaparecidos,
Um sobressalto de aversão
E o desespero despido.


(Michel Houellebecq faz hoje 57anos)

quarta-feira, fevereiro 25, 2015

Daniel Powter faz hoje 44 anos

Simone Saback faz hoje 59 anos

George Harrison nasceu faz hoje 72 anos

Esse homem vai sozinho

Esse homem que vai sozinho
    Por estas praças, por estas ruas,
    Tem consigo um segredo enorme,
         É um homem.
    Essa mulher igual às outras,
    Por estas ruas, por estas praças,  
    Traz uma surpresa cruel,
          É uma mulher.

    A mulher encontra o homem,
    Fazem ar de riso, e trocam de mão,
    A surpresa e o segredo aumentam
        Violentos.

    Mas a sombra do insofrido
    Guarda o mistério na escuridão.
    A morte ronda com sua foice.
        Em verdade, é noite.


(poeta paulista falecido a 25 de Fevereiro de 1945)