terça-feira, janeiro 19, 2016

Da figura das coisas

Hoje, os vendavais
que dão novos ângulos
à figueira nua de folhas,
cujos troncos se desencontram
como riscos feitos no azul
pelo Deus ignoto,
começaram, ou recomeçaram,
o que é o mesmo,
porque ano após ano,
o deus risca nos céus
traços diversos únicos.


(escritora lisboeta falecida faz hoje 9 anos)

2 comentários:

Flor de Jasmim disse...

Já li e tenho "Três Rostos" e "Epístolas e Memorandos"

Beijinho Lino

Vieira Calado disse...

Vão-se os bons...
ficam os canalhas...